quarta-feira, 26 de novembro de 2008

MEP no Alto Minho.

Esta semana, o MEP realizou um encontro com a população de Viana do Castelo para apresentar as suas propostas e deixar desafios a todos para participarem nesta mudança.

Do diálogo que surgiu, após a apresentação realizada pelo Rui Marques, salientam-se os seguintes pontos:
- A mudança começa com grupos pequenos que vão crescendo e alterando o ambiente que nos rodeia;
- Acreditar que está nas nossas mãos, nas mãos de cada um de nós, a capacidade de fazer melhor.
- Este projecto precisa de tempo, mas também é o momento para começar a caminhada.

Juntos acreditamos que Melhor é Possível.

Esta foi a mensagem que passou na comunicação social da região:

Novo partido: MEP apresentou-se em Viana do Castelo

Written by Ivone Marques ;Nov 26, 2008 at 12:00 AM


À semelhança do que tem vindo a fazer em todo o país, o MEP – Movimento Esperança Portugal, apresentou-se também em Viana do Castelo. Trata-se de um novo partido, liderado por Rui Marques, e que pretende incutir um carácter “humanista” ao cenário político português. Na moção de orientação estratégica para 2009, Rui Marques classifica o PS como "o partido do Estado", o PSD como "o partido do mercado" e define o MEP como "o partido da sociedade civil". Por isso, diz que o MEP é uma alternativa que pretende “afirmar a política da esperança”.

A eleição de "dois a quatro deputados" nas próximas legislativas é o objectivo do Movimento Esperança Portugal. O MEP vai concorrer em listas próprias a todos os círculos eleitorais. Vai também participar nas Eleições Europeias e, por agora, vai apenas avançar com uma pequena intervenção nas Eleições Autárquicas, considerando que "não é realista" preparar em menos de um ano propostas a 308 municípios. Posicionando o MEP "ao centro" no espectro político português, Rui Marques afirmou que a criação do partido foi ditada pelo descontentamento com o Governo de uma forma geral e distancia-se do PS e do PSD. A necessidade de maior coesão e justiça social é uma das principais prioridades do Movimento Esperança Portugal, afirma Rui Marques, salientando que a diferença entre os mais ricos e os mais pobres é superior à média dos países europeus. Quanto aos destinatários da "mensagem de esperança do MEP" e potenciais eleitores, Rui Marques afirma-se convicto de que serão "os cidadãos que estão descontentes com a situação actual", com o Governo e com os partidos da oposição.


http://www.radiogeice.com/site_radio/index.php?option=com_content&task=view&id=6348&Itemid=42

4 comentários:

Anónimo disse...

Dois a Quatro deputados em Braga???
Não será muito? Eu tenho Esperança, mas....
Maria Dias

Anónimo disse...

claro que é possível: vejam a fotografia: a "população" acorreu em massa. Como já se percebeu, serão eles os deputados do MEP! Nem há outra hipótese, é como aquelas conferências em que ~só estão os oradores e ningu+em na audiência. Sim, de facto, melhor é possível.

Jorge Machado dos Santos disse...

Melhor é possível, mas não cai do céu.
Tudo tem o um começo seja ele grandioso ou modesto, mas realmente importante e a determinação em levar o projecto em frente e passar a mensagem de esperança e positivismo.

Anónimo disse...

Eu estive lá! Gostei e recomendo.
"O caminho, faz-se caminhando". Só quem se põe a caminho é que sabe o que custa e o quanto vale a pena.
Força!