segunda-feira, 28 de setembro de 2009


21 comentários:

Anónimo disse...

Já somos 2. Conta comigo!

Anónimo disse...

Continuarei a votar MEP! Este é o partido que defende as minhas ideias de concepção da sociedade. Obrigada por terem tido a coragem de avançar com este projecto!

Anónimo disse...

Eu votei MEP para as Europeias, mas não votei para as Legislativas.
Penso que devem fazer uma profunda reflexão sobre os resultados eleitorais.
As reacções voluntaristas(vamos continuar, estamos certos, somos poucos mas bons...) são próprias dos pequenos partidos para quem as eleições são uma forma de promoção pessoal dos seus líderes.
Aliás, creio que não será preciso um grande esforço de raciocínio para concluir que o resultado das Europeias se deveu ao nome da cabeça de lista.

on disse...

São 13:22 e ainda não apareceu um comentário aos resultados.
É estranho. Todos os partidos com assento parlamentar comentam os resultados live.
Acho que mereciam mais mas a vida é como é. Se consideram a hipótese de continuar têm de calar este silêncio ensurdecedor. O video indiano não o abafa.
A igreja Católica não deve usar o pulpito para aconselhar o voto dos fieis, mas podia ter dado uma ajuda na divulgação do partido. Parece-me mais ou menos claro porque é que não o fez.
Isto apesar do vosso silêncio em algumas situações.

João Oliveira disse...

Apesar de resultados pouco animadores, eu tenho confiança no MEP e espero que não se faça caso disso. Os resultados eleitorais mostram claramente que ainda não estava na hora de uma renovação profunda da política. Recordo que nos EUA foram precisos 2 mandatos para tirar Bush da presidência, nós aqui podemos precisar apenas de 1 e meio...

Anónimo disse...

Parece-me que o MEP foi vítima do apelo ao "voto útil" e, claro, do tratamento desigual, por parte da comunicação social...

Esperei que conseguissem eleger pelo menos um deputado por Lisboa.

De qualquer forma, parabéns pela vossa forma de fazer política e força para continuarem a lutar contra a corrente!

Carlos Albuquerque disse...

Caro anónimo das 12:25

Parece ter muita pressa em fechar o MEP. :)

Acredite que o MEP não tem nada a ver com promoção pessoal, seja de quem for.

Carlos Albuquerque disse...

On

Os comentários "live" foram feitos ontem às 22h na sede do MEP e estavam lá pelo menos duas jornalistas.

Quanto a continuar, logo se verá. O vídeo indiano é apenas o vídeo indiano.

Quanto à Igreja Católica, não é assunto do MEP.

Carlos Albuquerque disse...

Caro anónimo das 14:07

Como dizia o cartaz, não basta dar razão, é preciso votar.

Anónimo disse...

Preocupa-me sim o futuro do movimento. O resultado do sufrágio vamos ser sinceros foi "confrangedor", 25 mil votos é um número simpático se fosse a primeira acção de campanha mas não é o caso. O partido perdeu 30 mil votos entre eleições o que merece uma reflexão cuidada. Quase todos os partidos "pequenos" perderam votos e sejamos sinceros alguns arriscam-se a desaparecer no período de 4 anos que se segue.
Ainda mais que o MEP esteve longe de eleger um deputado (sempre achei uma ilusão eleger 3 mas acreditava que 1 deputado em Lisboa era missão "possível")
Agora outros problemas se impõem. As finanças do movimento ficaram seriamente abaladas com esta eleição e 4 anos num partido destes fará bastante mossa.

Receio que sem apoios o movimento desapareça rapidamente...e digamos...era uma pena se tal acontecesse

Anónimo disse...

Anónimo das 12.25 responde:
Agradeço a resposta, embora não a compreenda.
Quando falava em promoção pessoal dos líderes referia-me, obviamente, aos partidos que há mais de 10 anos se apresentam a sufrágio e nunca ao MEP.
Apenas pretendi uma singela reflexão:
- nas Europeias o MEP teve 55.000 votos;
- nas Legislativas teve 25.000;
- houve 100.000 votos em branco.
Partindo do príncipio que as ideias que o Movimento defende têm eco no eleitorado, importa perceber as razões de tão reduzida votação, considerando que há 100.000 pessoas que se deslocam ás mesas de voto e exprimem um voto em branco.

Anónimo disse...

onde posso encontrar a gravação dos comentários "live", feitos às 22:00, do MEP?

Garcia disse...

Caros amigos do MEP,
Este vídeo diz tudo, acho que completa muito bem o que foi ontem à noite dito pelo Rui Marques, não pudemos baixar os braços, temos de ter sempre a chama da Esperança acesa, eu quero continuar neste caminho, ser MEP é isto mesmo não deixar ninguém para trás, juntem-se a nós porque todos juntos podemos caminhar na Esperança, na confiança e na amizade. Viva o MEP! Votei nas Europeias e nas Legislativas e voltarei a votar MEP, é preciso acreditar e eu acredito. Força!

Garcia disse...

Já agora o meu nome é André sou da Benedita, (Alcobaça), (Leiria), tenho 20 anos, estive na sede ontem à noite e qualquer que fosse o resultado ontem decidi inscrever-me no MEP, apesar de já ser apoiante desde a campanha das Europeias e de ter ajudado nas campanhas só agora me decidi a fazê-lo e não me arrependo como 1 claro sinal de Esperança!

Tomas disse...

Votei e continuarei a votar. Acho que falta ainda muito para passar a mensagem (quanta gente não a conhecia) e passara ideia que não é apenas uma ideia, mas sim uma realidade que se quer para o país.

Não é por ter passado as legislativas que se baixam os braços, e por ainda ter esperança que contribuí mais um pouco para mexer "o tronco"

Anónimo disse...

Seria possivel colocarem as declarações do Rui Marques online? Gostava de poder partilhar este momento com o MEP. Votei e continuarei a votar porque são as ideias com que me identifico. Há muita gente que ainda nao conhece o MEP precisamos de o divulgar e temos 4 anos para isso. Estas 25000 pessoas confiaram, não as podem desiludir.

Paulo Neves disse...

Ah e quanto à igreja católica... acredito que quando o MEP diz que não estão ligados à igreja enquanto instituição estão a ser sinceros. Porra mas será que é assim tão dificil esses tipos perceberem que os seus ideais batem certo com os do MEP?? Srs padres bispos diáconos e todos os outros será que não viram que têm alguns católicos metidos no MEP a cumprir direitinho as directrizes do vosso Vaticano II a trabalharem num projecto coerente, (que é sem duvida o melhor projecto que eu já vi).... E o vosso apoio?
No minimo mesmo que disfarçadamente apoiem o mep financeiramente...ao menos isso. Se fosse católico estaria hoje a bater à porta do Sr D. Policarpo....

Mete nojo ouvir aquele partidozeco pro vida a fazer apelo ao voto dos católicos, deviam ter vergonha..."vamos estar em oração" "se és catolico vota em nós"

Rui POR FAVOR não desistas!

Elsa Melo disse...

Olá a todos os que têm esperança...

Foi com enorme prazer que entrei em contacto directo com o partido numa acção de campanha em Braga. Conheci pessoas fantásticas que acreditam que é possível fazer a diferença, e que deram muito de si em prol dos valores que defendem e não por questões de protagonismo. Votei MEP e votarei, e podem contar com o meu apoio, e com a minha ajuda na promoção do partido.


Elsa Melo (Leiria)

José Diogo Ferreira Marques disse...

Sou dos 25.000 portugueses deste país que não foi na conversa do voto útil dos partidos que neste momento têm assento parlamentar. Na verdade, o voto útil nesses partidos é um voto de cobardia, um voto de manada e o voto de um povo que não sabe ser livre e que prefere ter 2ªs escolhas à frente dos destinos do país. Eu votei MEP porque é o único projecto político em Portugal em que acredito e que merece o meu voto, porque acredito que o Rui Marques seria o melhor primeiro ministro de entre os 15 líderes partidários que se apresentaram aos portugueses e, acima de tudo, porque acredito na Esperança.

Anónimo disse...

A esperança não pode ser a primeira a morrer.
Isto deve ser uma oportunidade para o MEP amadurecer e perceber o que realmente o moveu, e o move, e andar em frente.
O facto de não terem financiamento do Estado, não pode ser razão para fechar.
Sobretudo hoje que, com as tecnologias de informação, os gastos com a organização e estrutura são menores do que nunca.
Não pode é dar empregos.
Mas a esperança não pode ficar dependente disso.
As motivações estão agora à prova.
As palavras faladas e escritas estão agora à prova.
É altura de o mostrar.
E aproveitar a oportunidade para crescer por dentro.
E mudar o que for necessário.
O aço tempera-se, ganha força, na dificuldade, não é na festa.
Afinal é ou não é verdade que "tudo é construído pela esperança"?
E a esperança também significa, espera e paciência.
Esperança impaciente não faz muito sentido.
E há tanto a fazer.

Joel disse...

Vincent Van Gogh-"As grandes realizações não são feitas por impulso, mas por uma soma de pequenas realizações."

Eu continuo a acreditar neste grande projecto e estou disponível para ajudar em tudo o que poder .

É necessário não baixar os braços e mais que nunca acreditar Melhor é Possivel.

Força MEP