quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Ver para crer, crer para ver

Ontem à noite inaugurámos a sede nacional do MEP. Nós e uma mão cheia de artistas que deram um toque original ao evento enriquecendo-o de forma definitiva.


Ficou bem patente a sensação de mais uma etapa ganha, num caminho nobre e à altura dos nossos propósitos: uma união de esforço e uma partilha colectiva de vontade permitiram o momento. Havia terra onde fincar esta bandeira.

Houve oportunidade para ajudar a compor o orçamento do MEP, não pela venda das peças de arte propriamente, mas preenchendo a "lista de casamento" composta pela mobília da novíssima casa. Boa forma de evitar sermos o partido de alguém, garantido que somos o partido de todos, não?


Casa já temos, seguem-se os próximos episódios desta história de determinação, sedução e compromisso que deve ser a acção política. As eleições seguem-se dentro de momentos.

2 comentários:

Sérgio Almeida disse...

Acreditar!
Acreditar, sempre!
Melhor É Possível, não cansarei de o afirmar até à exaustão! Assim o queiramos.

Saudações MEP

Sérgio Almeida
Porto

Jorge Sousa disse...

Quem bom trabalho, feito por todos, para todos e com todos!