quinta-feira, 16 de julho de 2009

José Manuel Fernandes explica o MEP

Um editorial do José Manuel Fernandes no Público de 11-10-2004 explica com um detalhe e actualidade impressionantes a necessidade de dar uma representação parlamentar ao MEP para desbloquear positivamente o impasse do nosso sistema partidário e garantir a governabilidade do país:

De certa forma faltam-nos partidos como os liberais alemães ou a UDF francesa, partidos de quadros, que não necessitam de prometer o céu porque não procuram maiorias absolutas, mas instrumentais quando é necessário falar verdade aos eleitores e prepará-los para reformas difíceis. O caso dos liberais alemães será mesmo o mais sintomático, pois esse partido, hoje com os conservadores, governou muitos anos com os sociais-democratas.

Claro que não se inventam partidos, mas a verdade é que, depois do que foi o PS de Ferro Rodrigues e olhando para o actual PSD, talvez se encontre espaço para uma representação política de centro radical e reformista, mais imune aos diferentes “interesses instalados” e mais livre das lógicas aparelhísticas das grandes forças políticas.


1 comentário:

indavao disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.